domingo, 2 de maio de 2010

DÚ' lado meu... e eu do seu°


Na insistência minha de
um alívio,
Ele veio até mim como sopro!
E se fez na forma que eu
já queria muito antes ter
preservado.

Meu redemoinho doce; ele
suavizou os ruídos, meus
delírios, minha previsão.
E me deixa (ser) meio
amontoada, meio paisagem
quando me traz a correria
das suas palavras cirúrgicas,
do que preciso,
do preciso;
da sua precisão!

E ele está em mim,
no que sei e no que
ainda desconheço...
Está quando não escrevo,
na minha pontuação!
No que procuro,
No que ouço,
Nas poesias de mergulho,
No meu quintal como
um desejo da espera do que
estar por vir...
A folha que o vento
vai derrubar(e eu segurar!)

Ele que já foi capaz de
me desatar... logo na
hora que as palavras
me fugiram!
E para que não seja
em mim desconstruído,
não posso esperar!
Não quero negar!
É preciso que você venha...
Abandone "santos", mas venha!

Sobre minhas vontades... você sabe o quê!
Mesmo no desalcance do
seu olhar, com você não há nada
como não ser bom.



A você, Edú, que enfeita minha dose de esperança...

"Queria estar sempre por perto...
Tão perto quanto te sinto...
e isso é tão bom!"



♫ eu tô te esperando,
vê se não vai demorar...

(Na voz de Maria Gadú, que sempre me faz melhor, assim como vc!)
video

2 comentários:

♫ adocica meu amor, adocica...adocica meu amor a minha vida. =)